Antes tarde do que nunca…

Trecho de "A Viagem", de Virginia Woolf

Trecho de “A Viagem”, de Virginia Woolf

Olá amigos e todos que acabem caindo nesse blog que começo. Sempre quis criar um espaço para mim em que pudesse compartilhar as coisas que amo – a saber: principalmente música, literatura e cinema (sem uma ordem de preferência); arte em geral. Ou simplesmente qualquer coisa que me der na telha.

Assim, espero tornar esse ambiente em um ponto de identificação, de conexão entre mim e qualquer pessoa aí fora, na vastidão da internet, que acredite na comunhão invisível proposta pela arte.

Sobre o título: tenho uma predileção pessoal pelo poder da arte de sugerir o que, em nossas relações humanas, não é dito, apenas entrevisto, sempre fugidio, escapando das nossas mãos, mas que revela um mundo inteiro complexo, íntimo, escondido…

Bem, é isso, sejam muito bem-vindos para ler, comentar e participar desse meu projeto pessoal 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s